Federação dos Trabalhadores na agricultura no Rio Grande do Sul

Notícias

CONTAG encerra hoje (6) Curso Nacional de Formação Política para Mulheres

     A CONTAG encerra hoje (6) o 1° Módulo do 3° Curso de Formação Política para as Mulheres, tendo como tema central nesta primeira etapa Sociedade, Patriarcado e a Luta das Mulheres”. O curso tem como objetivo fazer com que as participantes se sintam como atrizes políticas, sujeitos coletivos e autônomas nos espaços de poder, além de fortalecer os processos de multiplicação criativa, que serão construídos rumo à Marcha das Margaridas 2019.
     A programação ocorre no Auditório Margarida Maria Alves – Centro de Estudo Sindical da CONTAG (CESIR) – Brasília/DF, tendo pelo Rio Grande do Sul a participação de Mariana Vergara Scaglioni, da Regional Sul, STR Pelotas; Carine Lehnen, da Regional Sinos Serra, STR Santa Maria do Erval; e Marinês Scapini, da Regional Passo Fundo, STR Passo Fundo.
     “Temos certeza que a partir do 3ª Curso de formação específica para as Mulheres sairemos mais fortalecidas, emponderadas e animadas para construirmos na base a Marcha das Margaridas 2019 e todos os outros processos que dizem respeito à vida das mulheres trabalhadoras rurais. Um momento único de respeitar os saberes trazidos na voz e nas vivências que são fundamentais para construirmos as mudanças de sociedade diante da atual conjuntura que vive o Brasil”, ressaltou a secretária de Mulheres da CONTAG, Mazé Morais, na abertura política da programação no dia 2 de julho.
     Mazé explica que o curso proposto e coordenado pela Secretaria de Mulheres da CONTAG nasce a partir de uma demanda da Comissão Nacional de Mulheres Trabalhadoras Rurais (CNMTR), enquanto ação formativa, afirmativa e estratégica para a construção de relações de gênero igualitárias no Sistema CONTAG.

      AVALIAÇÃO
   
     Conforme Marinês, os assuntos referentes às mulheres na sociedade foram bastante aprofundados, bem como a formação social brasileira e seus reflexos até hoje. Ao fazer uma avaliação do curso, ela disse que embora já tenha ido a Brasília para participar de outras ações, foi a primeira vez que fez um curso nacional de formação e com uma matriz pedagógica voltada para preparar o crescimento e conhecimento das mulheres e com isso atuar de forma segura no Movimento Sindical dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (MSTTR), além da sociedade no olhar das mulheres.
     Mariana, por sua vez, avaliou como maravilhosa a experiência. “É a primeira vez que participo e consegui me integrar com as mulheres de outras regiões do país. Trocamos ideias, experiências e, principalmente, culturas”. Observou.
       Carine destacou a organização e os preparativos para a Marcha das Margaridas 2019, que acontecerá em agosto. “É muito importante a participação, também pela primeira vez, numa oportunidade ímpar de conhecer mais a história da Marcha, as dificuldades para prepará-la, as conquistas das mulheres devido a esta ação, enfim, estou muito entusiasmada para estar presente no ano que vem”, completou.

Assessoria de Imprensa – 06/07/2018 – Luiz Boaz