Federação dos Trabalhadores na agricultura no Rio Grande do Sul

Informativo

INFORMATIVO N° 1.400

Informativo Fetag e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais. Um programa da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul e dos 319 Sindicatos filiados. Transmitido em todo o Estado com informações para o trabalhador e a trabalhadora rural.

 

A FETAG-RS TAMBÉM ESTÁ NO INSTAGRAM

Siga nosso perfil e fique atento a tudo o que acontece no Movimento Sindical Gaúcho! E não esqueça que todas as notícias também estão em nossa Página oficial no Facebook!

 

 

NOTA FISCAL ELETRÔNICA É DISCUTIDA NA FETAG-RS

A preocupação da FETAG-RS em relação a emissão de nota fiscal eletrônica pelos agricultores que será obrigatória a partir de janeiro de 2020, fez a instituição criar um grupo de trabalho para discutir este assunto. Na tarde de hoje, o grupo formado por dirigentes sindicais, assessores regionais e funcionários de sindicatos esteve reunido em Porto Alegre para dialogar com o auditor-fiscal da Receita Estadual, Vinicius Pimentel de Freitas.

Segundo Vinicius, “este é o momento de apresentação de proposta de regime especial para a simplificação de emissão de nota fiscal eletrônica. Estamos desenvolvendo um projeto que possibilite a emissão da nota fiscal eletrônica sem custo para o agricultor”. Esta ação está prevista para entrar em vigor na metade do próximo ano segundo o auditor.

 

 

 

SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE LAGOA VERMELHA E CAPÃO BONITO DO SUL ENCAMINHA PROPOSTAS DE FINANCIAMENTO PARA CASAS NO MEIO RURAL

O sindicato dos trabalhadores Rurais de Lagoa Vermelha e Capão Bonito do Sul vem intensificando o trabalho com os financiamentos, em especial da nova modalidade de financiamento para casa no meio rural. Já foram mais de 15 propostas encaminhadas e formalizadas para a construção de casa nova reforma e ou ampliação de unidades habitacionais.

O Presidente do Sindicato Lindomar do Carmo Moraes destaca que há muitos anos a entidade está habilitada junto ao Banco do Brasil para realizar as propostas de financiamento, e neste ano habilitou-se junto ao Sicredi para organizar as propostas de Pronaf Custeio tanto de lavoura de culturas tais como feijão, trigo, soja, milho, custeio pecuário, e Pronaf Investimento. Lindomar destaca que o Sindicato tem uma grande prestação de serviços, incluindo o encaminhamento das propostas de financiamento oferecendo de forma gratuita para os associados da entidade.

O associado da entidade Sr. José Valcir efetuando a assinatura das propostas de financiamento de reforma seguida de ampliação de sua casa. Além do presidente do Sindicato estiveram presente no ato de assinatura, o Prefeito Sr. Gustavo José Bonotto, o gerente geral do Banco do Brasil Francis Leonardo Henkes, a gerente de Negócios da Sicredi agencia Lagoa Vermelha Danielle Bitencourt, e também o Vice-Presidente do Sindicato João César Subtil Godinho.

 

 

 

 

RETA FINAL DA SEMEADURA DO MILHO DE VERÃO E SOJA

Em Mato Grosso, a semeadura da soja 2019/20 atingiu 98,4% até o dia 22 de novembro, segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). O ritmo dos trabalhos está ligeiramente abaixo do registrado no mesmo período da safra passada, quando 99,7% da área havia sido plantada. Com as chuvas mais regulares no estado, a semeadura avançou melhor em outubro e novembro, tirando, em parte, o atraso.

A área com a cultura aumentou 1,1% na temporada atual, frente à passada, e a produtividade média deverá crescer 0,4%. Com isso, a produção mato-grossense está estimada em 33,0 milhões de toneladas de soja em 2019/20, 1,6% mais que o colhido anteriormente. No Paraná, a semeadura do milho de verão (primeira safra) foi concluída até o dia 25/11, de acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral).

A estimativa é de um crescimento de 7,0% na área com a cultura neste ciclo, porém, o rendimento médio das lavouras deverá aumentar 6,6%, diminuindo o impacto sobre a produção de milho na primeira safra, que deverá diminuir 0,9% frente a 2018/19. Com relação à soja, 98% da área prevista foi semeada até então no Paraná. Além do incremento de 0,7% na área com a cultura no estado em 2019/20, a produtividade média deverá aumentar 21,8%. Com isso, a produção paranaense está estimada em 19,82 milhões de toneladas, aumento de 22,6%, em relação à safra passada.

No Rio Grande do Sul, as precipitações em grandes volumes em meados deste mês reduziram o ritmo dos trabalhos e o plantio está atrasado no estado.

Até o dia 21/11, 53% da área de soja foi semeada, frente aos 63% no mesmo período do ciclo passado. No caso do milho de primeira safra, até então foi semeada 84% da área prevista, frente a 86% em igual momento da safra anterior (Emater).

Fonte: Portal Agrolink

 

 

 

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL É REAJUSTADA

A Contribuição Sindical dos(as) Agricultores(as) Familiares é realizada para o Sistema Confederativo – CONTAG – FETAG e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Ela é devida por toda a categoria, trabalhadores(as) ou empregados(as). Ou seja, todos aqueles que são trabalhadores rurais e não possuem empregados e exercem a atividade rural, individualmente ou em regime de economia familiar, sendo proprietário, arrendatário, parceiro, meeiro ou comodatário.

Para a tesoureira-geral da FETAG-RS, Elisete Hintz, a Contribuição Sindical é uma das formas de manter o Movimento Sindical atuante, forte e em constante luta para assegurar o direito dos agricultores familiares. Elisete reitera que embora a Contribuição seja facultativa, é uma obrigação dos agricultores(as), pois quando da conquista de um benefício para a classe todos recebem as melhorias.

O valor da Contribuição Sindical da Agricultura Familiar referente ao exercício 2019 é de R$ 34,00 (trinta e quatro reais) por membro do grupo familiar.