Federação dos Trabalhadores na agricultura no Rio Grande do Sul

Informativo

INFORMATIVO N° 1.380

Informativo Fetag e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais.

 

Um programa da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul e dos 319 Sindicatos filiados. Transmitido em todo o Estado com informações para o trabalhador e a trabalhadora rural.

 

 

 


A FETAG-RS TAMBÉM ESTÁ NO INSTAGRAM

 

Siga nosso perfil e fique atento a tudo o que acontece no Movimento Sindical Gaúcho! 

 

E não esqueça que todas as notícias também estão em nossa Página oficial no Facebook!

 

 

 


FETAG-RS RESPIRA EXPOINTER

 


A FETAG-RS está mais uma vez respirando ares da Expointer. Chegando em sua 42ª edição, a federação estará presente na maior feira a céu aberto da América Latina auxiliando na organização e coordenação do pavilhão da agricultura familiar, e na exposição de animais, tais como gado de corte e leiteiro, além dos pequenos animais.

 

Para a edição de 2019, a FETAG-RS conta com aumento do número empreendimentos participantes no Pavilhão da Agricultura Familiar. Ampliado no ano passado e que agora conta com uma área total de 7,6 mil m², o espaço tornou o fluxo de pessoas mais ágil, permitindo um expressivo aumento no número de agricultores que têm a oportunidade de expor seus produtos. Neste ano serão 240 agroindústrias organizadas pela FETAG-RS.

 

Além dos empreendimentos, participarão do Pavilhão as Escolas do Campo, que em um amplo espaço mostrarão suas experiências exitosas desenvolvidas em atividades curriculares, extracurriculares e em projetos. Serão cerca de 26 escolas que trarão seus alunos para o diálogo e exposição da Expointer.

 

De acordo com o presidente da FETAG-RS, Carlos Joel da Silva, “a expectativa da FETAG-RS para a Expointer é muito positiva. Acreditamos, que como nos anos anteriores, surpreenderá os visitantes e os expositores. Para a agricultura familiar a feira é uma vitrine para o mundo”.

 
Aos agricultores familiares que desejam visitar a feira através de excursões, é preciso procurar os sindicatos dos trabalhadores rurais de seu município para realizar a inscrição que isenta o pagamento do ingresso ao parque. As visitas estão marcadas para os dias 28, 29 e 30 de agosto.

 

 




DEFINIDO O VALOR REFERÊNCIA DO LEITE PARA AGOSTO

 

O valor de referência do leite manteve-se estável no Rio Grande do Sul. Segundo dados divulgados nesta terça-feira (20/08) pelo Conseleite, o valor estimado para o mês de agosto é de R$ 1,08, preço 0,08% menor do que o consolidado de julho, que fechou em R$ 1,0879. A reunião reunião realizada na sede da FETAG-RS.

 

A reunião foi presidida pelo vice-presidente do Conseleite e secretário-geral da FETAG-RS, Pedrinho Signori. De acordo com Signori, “o valor referência precisa levar em consideração um estudo dos custos de produção, já que preço dos insumos da atividade leiteira segue aumentando. O momento ainda é de cautela, pois o mercado ainda trabalha para baixo devido a falta de consumo”. 

 

 

 

 

FETAG-RS RECEBE DELEGAÇÃO DO CHILE 

 


Na manhã desta quarta-feira (21), a diretoria da FETAG-RS recebeu em sua sede, em Porto Alegre, uma delegação de 11 chilenos da MUCECH - Movimiento Unitario Campesino y Etnias de Chile, que estão no Brasil para intercâmbio apoiada pela CONTAG e pela FETAG-RS. A visita foi guiada pelo vice-presidente da CONTAG Alberto Ercílio Broch.

 

Na oportunidade, o presidente da FETAG-RS, Carlos Joel da Silva, apresentou um histórico da Federação, desde a sua fundação, em 1967, até o momento atual. Joel falou sobre as maiores lutas travadas em benefício dos agricultores e agricultoras famílias, exibindo fotos de momentos marcantes.

 
Os chilenos conheceram todas as principais conquistas da FETAG-RS nas últimas décadas, como por exemplo o Troca-troca de Sementes, o PRONAF, o Seguro Agrícola, a universalização do atendimento a saúde (SUS), o Mais Alimento, dentre outros. Também foi salientado as conquistas na previdência social, que beneficiou os agricultores nos anos 90. Joel explicou aos visitantes que no momento a FETAG, a CONTAG e todas as demais federações brasileiras estão lutando contra a retirada dos benefícios previdenciários já adquiridos. Na Câmara dos Deputados, houve vitória, mas a discussão ainda segue no Senado. 

 
Para Carlos Joel, no momento, as duas grandes lutas da FETAG-RS “são melhorar a renda para o agricultor, que planta cada vez mais e recebe cada vez menos, além de propiciar condições para que os jovens permaneçam no campo”. Joel completou dizendo “que os jovens são o futuro da agricultura. Precisamos trabalhar fortemente na sucessão rural”. 

 
A visita ao Estado se estenderá até o dia 25, e na programação da comitiva chilena estão previstas visitas na Cooperativa Mista de Agricultores Familiares de Itati, Terra de Areia e Três Forquilhas (COOMAFITT); ida ao município de Garibaldi para visitas ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Garibaldi, a Cooperativa de Produtores de Ecologistas (COOPEG) e na Cooperativa Garibaldi. Em Nova Petrópolis, os visitantes conhecerão o Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município, o Museu do Cooperativismo, o Sicredi e Cooperativa Piá. O último compromisso será na Expointer, onde eles visitarão o pavilhão da agricultura familiar para dialogar com os agricultores que lá estarão comercializando seus produtos. O vice-presidente da FETAG-RS Nestor Bonfanti acompanhará a viagem.

 

 

 

 
CONAB DIVULGA PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2019/2020 DO MILHO

 


De acordo com balanço publicado neste mês, há uma redução na área total do plantio de milho. No entanto, somada a segunda safra, a área total atingirá 17.333,3 mil hectares, representando incremento de 4,3%, em relação ao período anterior. A produção total de milho, auxiliada pelo bom desempenho do clima, atingiu 99.312,3 mil toneladas, representando um aumento de 23%.

 

Em comparação com a primeira safra, a área plantada aumentou em 154 mil ha, acréscimode 3,15%, mas a produtividade será de -21 kg/ha, queda de 0,40%. A produção total terá acréscimo de 719 mil t, ou 2,74 % a mais em relação a safra 2018/2019. 



Para a segunda safra, os números indicam quedas, exceto na área plantada que terá de acréscimo de 868 mil hectares, 6,98% superior, mas com produtividade prejudicada, -441 kg/ha, 7,49% menor, com produção negativa de 757 mil t, queda de 1,04 %. 

 



Somadas as duas safras, e comparando com a safra 2018/2019 os números são os seguintes:

 


Área: + 1.022 mil ha (+ 5,90%) 

 

Produtividade: - 321 kg/ha (- 5,60%) 

 

Produção: - 38 mil t (- 0,04%)

 

 



CONTRIBUIÇÃO SINDICAL É REAJUSTADA

 

 
A Contribuição Sindical dos(as) Agricultores(as) Familiares é realizada para o Sistema Confederativo – CONTAG – FETAG e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Ela é devida por toda a categoria, trabalhadores(as) ou empregados(as). Ou seja, todos aqueles que são trabalhadores rurais e não possuem empregados e exercem a atividade rural, individualmente ou em regime de economia familiar, sendo proprietário, arrendatário, parceiro, meeiro ou comodatário.

 

 
Para a tesoureira-geral da FETAG-RS, Elisete Hintz, a Contribuição Sindical é uma das formas de manter o Movimento Sindical atuante, forte e em constante luta para assegurar o direito dos agricultores familiares. Elisete reitera que embora a Contribuição seja facultativa, é uma obrigação dos agricultores(as), pois quando da conquista de um benefício para a classe todos recebem as melhorias.

 

 
O valor da Contribuição Sindical da Agricultura Familiar referente ao exercício 2019 é de R$ 34,00 (trinta e quatro reais) por membro do grupo familiar.