Federação dos Trabalhadores na agricultura no Rio Grande do Sul

Informativo

INFORMATIVO N° 1.369

Informativo Fetag e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais. Um programa da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul e dos 321 Sindicatos filiados. Transmitido em todo o Estado com informações para o trabalhador e a trabalhadora rural.


A FETAG-RS TAMBÉM ESTÁ NO INSTAGRAM

Siga nosso perfil e fique atento a tudo o que acontece no Movimento Sindical Gaúcho! E não esqueça que todas as notícias também estão em nossa Página oficial no Facebook!

 

 

FRIO INTENSO AFETA CULTURAS NO ESTADO

O inverno finalmente chegou ao Rio Grande do Sul. Nos últimos dias, uma onda de frio atinge o estado, com temperaturas próximas ou inferiores a zero. Em um estado com grande diversificação de culturas, o frio auxilia o desenvolvimento de algumas mas pode afetar negativamente em outras. 

De acordo com o boletim meteorológico da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), a previsão é de frio intenso durante a semana, com aumento das temperaturas na parte da tarde. No Planalto e nos Campos de Cima da Serra, há previsão de geada. 

O frio intenso afeta diretamente algumas culturas. Frutas necessitam de temperaturas baixas para o acúmulo de horas de frio que proporcionam seu desenvolvimento, tais como a uva e a maçã, cultivadas principalmente na serra, bem como o trigo nas regiões norte e noroeste do Estado A cadeia leiteira tende a ser afetada, principalmente nos preços, que estão em queda devido a alguns fatores, dentre eles as altas temperaturas do mês do junho, que fazem com que as famílias optem por outras bebidas. Para Pedrinho Signori, secretário-geral da FETAG-RS, “o frio estimula o consumo de leite, que estava retraído, o que pode ajudar a frear a queda do preço pago ao produtor. Porém, o clima também faz com que a atividade leiteira seja ainda mais difícil para o produtor, que precisa iniciar suas atividades antes do clarear do dia, além de prejudicar as pastagens para o gado”.

De acordo com Kaliton Prestes, engenheiro agrônomo da FETAG-RS, “risco de geada tardia é mais elevado, o que pode ocasionar problemas para a floração do pêssego, o espigamento do trigo, além de prejudicar o desenvolvimento do milho, cujo plantio inicia em meados de agosto e setembro”. 



ROTEIRO DA FETAG-RS CHEGA A MAIS QUATRO REGIONAIS

Segue nesta semana o Roteiro da FETAG-RS pelas Regionais Sindicais. A ação tem como objetivo dialogar com as realidades locais, identificar potencialidades e construir ações estratégicas conjuntas.

Os eventos acontecem nas seguintes datas:

Dia 09 - Regional Vale do Taquari

Dia 10 - Regionais Serra do Alto Taquari e Serra

Dia 11 - Regionais Campos de Cima da Serra e Vale do Rio Pardo

Dia 12 - Regional Centro Serra



SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE CASCA COMPLETA 50 ANOS  

No último sábado, dia 06, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Casca reuniu seu quadro de associados para comemorar os 50 anos de história da entidade, no CTG Laço da Amizade.

Com a participação de mais de 500 agricultores e agricultoras familiares, o evento contou com ampla programação que iniciou pela manhã com a abertura oficial e homenagens, se estendendo pela tarde com música ao vivo e sorteio de prêmios da campanha de sindicalização.

O presidente da FETAG-RS – Carlos Joel da Silva participou do evento e afirmou que uma data especial como esta merece comemoração, pois chegar aos 50 anos de história requer ética, luta constante e representatividade.


BADESUL DISPONIBILIZA BOLETOS DO TROCA-TROCA DE SEMENTES


Os boletos referentes a tecnologia transgênica da semente de milho do programa Troca-troca Safra 2019/20, já estão disponíveis no site do BADESUL, na aba “TROCA-TROCA DE SEMENTES”. 
Importante considerar que, somente serão entregues as sementes, para as entidades que estão em dia com as obrigações do programa, ou seja, com a prestação de contas das edições anteriores, o pagamento dos boletos do Safra e Safrinha das edições anteriores e o Boleto da Semente Transgênica da Safra 2019/20.


CONTRIBUIÇÃO SINDICAL É REAJUSTADA


A Contribuição Sindical dos(as) Agricultores(as) Familiares é realizada para o Sistema Confederativo – CONTAG – FETAG e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Ela é devida por toda a categoria, trabalhadores(as) ou empregados(as). Ou seja, todos aqueles que são trabalhadores rurais e não possuem empregados e exercem a atividade rural, individualmente ou em regime de economia familiar, sendo proprietário, arrendatário, parceiro, meeiro ou comodatário.

Para a tesoureira-geral da FETAG-RS, Elisete Hintz, a Contribuição Sindical é uma das formas de manter o Movimento Sindical atuante, forte e em constante luta para assegurar o direito dos agricultores familiares. Elisete reitera que embora a Contribuição seja facultativa, é uma obrigação dos agricultores(as), pois quando da conquista de um benefício para a classe todos recebem as melhorias.O valor da Contribuição Sindical da Agricultura Familiar referente ao exercício 2019 é de R$ 34,00 (trinta e quatro reais) por membro do grupo familiar.